Interactions and strategies in Design Thinking

(Texto em Português depois deste)

After all things are simple!

Interaction is a kind of action that occurs when two or more objects or things have an effect one on another.

If we think a situation is often seen as cause / effect, we come easily to the concept of interaction thought otherwise. The idea of a two-way effect is essential to the concept of interaction.

In a commentary to the title, ” Where is the problem” a recent post I wrote, @ joerka , whom I thank , mentioned in twitter ” The problem is hidden in an infinite network of causes effect. It’s pragmatism of reality that comes to your rescue. Defines it. ”

It is perhaps this detail of cause and effect that causes all the difference when we want to go further.

Who deals with the interactions of interactions in the systems, i.e. combinations of many simple interactions, knows that these can lead to surprising emergent phenomena.

Although the interaction has different meanings in different disciplines, all point to systems that are interrelated and interdependent. Every action has a consequence.

For most of us achieve good results in solving problems or meeting needs , means we need to increase the number of positive interactions they have at home and at work and reduce our negative interactions .

To promote these actions you must create personal rituals and team to help us interact more positively. If we make them part of our organizational process and individual habits, is more likely to happen.

When discussing the business and want to contribute with design thinking for their development, there is always an issue facing us :

What is the strategy?

According to Gary Hamel 90% of strategies fail due to poor implementation and think that design can help reduce this failure rate with the methods and design processes, such as observation, visualization of ideas and interaction prototypes.

Roger Martin says: “That’s actually a lot easier that it sounds. My preferred approach is to treat strategy- making as developing a set of answers to five interlinked questions. The questions — which cascade logically from the first to the last — are as follows:

  1. What are our broad aspirations for our organization & the concrete goals against which we can measure our progress?
  2. Across the potential field available to us, where will we choose to play and not play?
  3. In our chosen place to play, how will we choose to win against the competitors there?
  4. What capabilities are necessary to build and maintain to win in our chosen manner?
  5. What management systems are necessary to operate to build and maintain the key capabilities?”

 

As in any situation of questioning it is necessary to find an answer to our strategy. But that is not enough!

This is not a relation of cause and effect but an interaction where the consistency of response is crucial for the mutual reinforcement of each.

The place where we play can shape the way we play to win and it’s good to think back and think about what our objectives are and how we play. We do not think the field without considering what our aspirations are or how we play to get there. We go back and refine some passes and how they master the moves.

A look at the games of the football world championship and we observe the interactions made by several teams. The strategy is the kind of interaction appropriate to the aspirations of each team, whether in the area of more favorable field with the players available or suitable for the game.

The visualization of interactions facilitates the approach to strategy and enables the refining of each level of the cascade. There are consequences everywhere, but there is not only one route option.

A interacção e a estratégia em pensar design.

Afinal são coisas simples!

Uma interacção é uma espécie de acção que ocorre quando dois ou mais objectos ou coisas têm um efeito, um sobre o outro.

Se pensarmos numa situação tradicionalmente considerada de causa/efeito, facilmente chegamos ao conceito de interacção pensado o contrário. A ideia de um efeito de duas vias é essencial para o conceito de interacção.

Num comentário ao título, “Onde pára o problema” de um recente post que escrevi @joerka, a quem agradeço, mencionou no twitter “The problem is hidden in an infinite network of cause effect. It’s pragmatism of reality that comes to your rescue. Defines it.”

É talvez esse pormenor de causa efeito que causa toda a diferença quando pretendemos ir mais além.

Quem lida com as interacções das interacções nos sistemas, isto é, muitas combinações de interacções simples, sabe que estas podem levar a fenómenos emergentes surpreendentes.

Embora a interacção tenha diferentes significados em diferentes disciplinas, todos apontam para sistemas que estão relacionados e interdependentes. Toda acção tem uma consequência.

Para a maioria de nós, atingir bons resultados na resolução de problemas ou satisfação de necessidades, significa que precisamos aumentar o número de interacções positivas que temos em casa e no trabalho e reduzir as nossas interacções negativas.

Para promover essas acções é preciso criar rituais pessoais e de equipa que nos ajudam a interagir de forma mais positiva. Se nós as tornarmos parte do nosso processo de organização e hábitos individuais, é mais provável, que venha a acontecer.

Quando abordamos os negócios e queremos contribuir com o pensar design para o seu desenvolvimento, há sempre uma questão que se nos coloca:

Qual é a estratégia?

De acordo com Gary Hamel 90% das estratégias falham devido a uma fraca execução e de facto pensar design pode ajudar a diminuir esta taxa de insucesso através dos métodos e processos de design, tais como a observação, visualização de ideias ou interacção de protótipos.

Roger Martin diz: “Isso é realmente muito mais fácil do que parece. Minha abordagem preferida é tratar a estratégia como sendo o desenvolver um conjunto de respostas a cinco questões interligadas. As questões – o que logicamente caem em cascata do primeiro para o último – são as seguintes:

  1. Quais são as nossas grandes aspirações para a nossa organização e quais são concretamente os objectivos contra os quais podemos medir o nosso progresso?
  2. Ao longo do campo potencial à nossa disposição, onde vamos escolher jogar e não jogar?
  3. No nosso local escolhido para jogar, como vamos escolher para ganhar contra os concorrentes nesse local?
  4. Que capacidades são necessárias para construir e manter a vitória de acordo com a nossa escolha?
  5. Que sistemas de gestão são necessárias para operar, para construir e manter as competências chave?”

Como em qualquer situação de pergunta é necessária uma resposta para encontrarmos a nossa estratégia. Mas isso só não chega!

Não se trata de uma relação de causa efeito mas sim de interacções onde a coerência de resposta é fundamental para o reforço mútuo de cada uma.

O local onde vamos jogar pode moldar a forma como jogamos para ganhar e é bom pensar e voltar a pensar sobre quais são os nossos objectivos e na forma como vamos jogar. Não pensamos no campo sem considerarmos quais são as nossas aspirações nem como vamos jogar para lá chegar. Voltamos e refinamos alguns passes e a forma como dominamos as jogadas.

Uma vista de olhos aos jogos do mundial de futebol e observamos as interacções realizadas pelas várias equipas. A estratégia é o tipo de interacção adequada às aspirações de cada equipa, sejam elas na zona de campo mais favorável ou com os jogadores disponíveis adequados ao jogo.

A visualização das interacções facilita a abordagem à estratégia e possibilita a refinação de cada nível da cascata. Há consequências por todo o lado, mas não há uma única via de opção.

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: