Objectives on Innovation?

(Texto em Português depois deste)

Amazing!

Incremental or adaptive but innovation.

When companies look for a place in the sun, in a competitive market, one of the challenges that they can embrace is to implement a policy towards incremental innovation.

This attitude allows the maintenance of an investment structure and leverage the organization to its overall objectives.

The path can be given through incremental innovation and adaptation. This also means that not only by adding elements or applications that manage innovative results.

Often it is by subtracting that we innovate products more accessible and easy to use.

It is the path of “amazing and inexpensive modification.”

To do so, to follow this path, the organization should be clear that they need:

–      A commitment from the highest levels in the organization. Top management must be the engine of innovation, by establishing a plan of action and introducing initiatives.

–      The development of internal and external networks. The proliferation of partnerships and seeking different viewpoints and expertise.

–      The strengthening of innovation culture. This needs to become an integral part of business processes.

–      Measurement of innovation initiatives. Depending on target goals must be provided with the tools available to encourage innovation.

Hutch Carpenter, no blog SPIGIT, States: “Targets are also good at mobilizing people. They are a shared experience and produces  behaviors, both cooperative and competitive.

The challenge is to define goals of innovation that will extend to the ingenuity of workers, without causing breakage. The aim should give a good hard push to a capacity for innovation of each. But that should not be perceived as a ridiculous challenge.

Consider two things in the approach to setting targets:

  1. Leverage key business processes in setting goals.
  2. The objectives are concrete and relevant to individuals working in different groups. “

 

Stll talking about targets on innovation, Peter Drucker said, “The purpose of innovation is the purpose for which a company makes its operational definition of “our business should be.”

The problem in setting goals for innovation is to measure the impact and relative importance of various innovations.

How can we determine what will bring more benefits to the organization?

Should it be trough a series of small incremental innovations or a breakthrough?

We know that in recent years, open innovation has become increasingly important, although there is still a good dose of fear, prejudice and even adverse political orientations.

Open Innovation enables companies to be able to respond quickly and flexibly, adapting to changes in the environment to remain competitive and this approach could fit companies objectives.

For example, in openiinovation.eu, we can read: ” through cooperation with innovative entrepreneurs or with universities in order to come to new innovations or through the use of venture capital to bring new technologies, that do not fit the current strategy, to the market externally. Managers of European companies are increasingly discovering open innovation as a major challenge to speed up their innovation process and to improve the innovation based growth strategies. Nevertheless, there is still a long way to go. Open innovation is not yet fully developed as a new management practice to spur innovation in European companies and many firms are still struggling with the appropriate implementation of it.”

As can be seen, there is still an environment within organizations that do not facilitate the development of new initiatives. The definition of objectives and establish goals in innovation, supports the promotion of new management practices, because the leaders pushing for new challenges.

A viable alternative for organizations is, given the risk inherent in innovative activity improve the chances of successfully pursuing multiple parallel objectives.

The innovation is based on many sources of ideas and maybe that is why today I removed the twitter this expression:

– “Great conversations around open innovation. Industry is really getting it. ”

Hopefully yes!

 

 

Objectivos em Inovação

Surpreendente!

Incremental ou adaptativa mas inovação.

Quando as empresas procuram um lugar ao Sol, num mercado competitivo, um dos desafios que podem abraçar é a implementação de uma política orientada para a inovação incremental.

Esta atitude permite a manutenção de uma estrutura de investimento e alavanca a organização para os seus objectivos globais.

O caminho pode ser dado através de inovação incremental e adaptativa. Isto significa também que não é só através da adição de elementos ou aplicações que se conseguem resultados inovadores.

Muitas vezes é através da subtracção que se inova tornado os produtos mais acessíveis e com facilidade de uso.

È o caminho das “surpreendentes e baratas modificações”.

Para isso, para seguir esse caminho, na organização deve estar bem claro que é necessário:

Um compromisso dos níveis mais altos na organização. A gestão de topo precisa ser o motor da inovação, através do estabelecimento de um plano de acção e introdução das iniciativas.

O desenvolvimento de redes internas e externas. A multiplicação de parcerias e a busca de diferentes pontos de vista e conhecimentos.

O fortalecimento da cultura de inovação. Este precisa de se tornar uma parte integral dos processos da empresa.

A medição de iniciativas de inovação. Em função de objectivos alvo devem ser fornecidas as ferramentas disponíveis para incentivar a inovação.

Hutch Carpenter, no blog SPIGIT, refere: “Objectivos também são bons para mobilizar as pessoas. São uma experiência compartilhada, e provocam comportamentos, tanto cooperativo como competitivo.

O desafio é definir metas de inovação, que se estenderão à inventividade dos trabalhadores, sem causar quebras. O objectivo deve dar um bom e duro empurrão para uma capacidade de inovação de cada um. Mas isso não deve ser sentido como um desafio ridículo.

Considere duas coisas na abordagem ao estabelecimento de objectivos:

  1. Alavancar os principais processos da empresa no estabelecimento de metas.
  2. Os objectivos são concretos e relevantes para os indivíduos que trabalham em diferentes grupos.”

 

Ainda a propósito dos objectivos em inovação, Peter Drucker disse, “O objectivo da inovação é o objectivo pelo qual uma empresa faz a sua definição operacional de “o nosso negócio deve ser.”

O problema na definição de objectivos de inovação é medir o impacto e a importância relativa das diversas inovações.

Como poderemos verificar o que trará mais vantagens à organização?

Uma série de pequenas inovações incrementais ou uma grande descoberta?

Sabemos que nos últimos anos, a inovação aberta se tornou cada vez mais importante, apesar de ainda haver uma boa dose de receios, preconceitos e até orientações políticas adversas.

A inovação aberta permite que as empresas sejam capazes de responder de forma rápida e flexível, adaptando-se, às mudanças no ambiente para se manterem competitivas.

Por exemplo, em openiinovation.eu, pode ler-se: “Através da cooperação com empresários inovadores ou com as universidades, a fim de chegar a novas inovações ou através da utilização de capital de risco para trazer novas tecnologias, que não se encaixam na estratégia actual, para o mercado externo. Gestores de empresas europeias estão descobrindo cada vez mais a inovação aberta como um grande desafio para acelerar o seu processo de inovação e melhorar a inovação de estratégias de crescimento. No entanto, há ainda um longo caminho a percorrer. Inovação aberta ainda não está totalmente desenvolvida como uma nova prática de gestão para estimular a inovação nas empresas europeias e muitas empresas ainda estão lutando com a aplicação adequada do mesmo.”

Como se verifica, existe ainda uma ambiente dentro das organizações que não facilita o desenvolvimento de novas iniciativas. A definição de objectivos e estabelecimento de metas em inovação, é favorável à dinamização de novas práticas de gestão, pois empurra as lideranças para novos desafios.

Uma alternativa viável para as organizações é, dado o risco inerente à actividade inovativa, melhorar as hipóteses de sucesso perseguindo múltiplos objectivos paralelos.

A inovação baseia-se em muitas fontes de ideias e talvez por isso hoje retirei do twitter esta expressão – “Great conversations around open innovation. Industry is really getting it.”

Esperemos que sim!

Etiquetas: , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: