Alguma bagunça em Inovação!

Confusões, princípios e dúvidas!

 

Há a bagunça das drogas e dos gangs e dos conflitos étnicos por todo o mundo e de sindicatos internacionais de crime, tráfico de armas e uma rápida evolução da tecnologia. Mas há também maior número de bagunças, mais pequenas, até entre duas pessoas.

 

Roger Martin diz que, pensar design não é enraizado no design, afirmando que os designers não são necessariamente bons no pensamento design.

Isto porque o sentido da estética, da forma e da ergonomia, entre outras características inerentes aos designers, não é necessariamente a capacidade de imaginação para a inovação.

Mas as organizações podem beneficiar e aumentar a sua capacidade de diferenciação, adaptando-se facilmente aos interesses e solicitações dos consumidores.

Isto pode significar uma bagunça se procurarmos entender esta convergência, negócios e pensar design, como a construção de uma cultura de inovação.

A psicologia através dos estudos que disponibiliza, no âmbito da sua participação interdisciplinar, tem permitido a muitos designers criar valor, através da exploração de determinadas características inerentes ao consumidor.

Estes empresários designers, transportam uma disciplina de trabalho e conseguem criar grandes equipas possuidoras de uma visão diferente do mundo e das coisas.

As grandes oportunidades de negócios estão na combinação de esforços, compreensão mútua e transferência bilateral de conhecimento. Eles mostram a disciplina com o fazer mais com menos.

Mas se eu me sentir confortável com a complexidade e a confusão?

Ao ultrapassarmos as fronteiras que delimitam a área do nosso dia-a-dia, facilmente descobrimos como o mundo é complexo e confuso. Para muitos empresários isso surge como um obstáculo, mas na verdade, quando tudo parece escuro há mais espaço para a criatividade.

Ao incorporar no pensamento design a ciência, tecnologia e economia e outras disciplinas com a subjectividade e as emoções inerentes às pessoas nós deparamo-nos com uma bagunça à espera de arrumação.

Importa dar sentido a essa rica complexidade! O pensar design, e competências como empatia, visualização bem como a experiência do projecto, começa a convergir para a inovação organizacional, como ferramentas para resolver problemas complexos.

A complexidade tem de ser trabalhada com equipas interdisciplinares, onde as várias disciplinas se combinam. Isso provoca uma abordagem muito mais abrangente e promove o crescimento individual de cada disciplina. Há lugar à aprendizagem e a novas formas de contextualização.

A bagunça começa a visualizar-se simples, através da disciplina e da contribuição para a clarificação por parte de cada uma das disciplinas envolvidas.

No entanto o processo de bagunça é dinâmico e já se apontam algumas interrogações. E como vai ser em 2020?

“Você tem que assumir que em 2020 os seus clientes vão saber de tudo – tudo de bom e ruim sobre si. Os iPhones em breve terão uma porta que permite um scanner. Não é um grande salto, imaginar que se está a ver algo numa prateleira de mercearia que pretende ser um “novo alimento saudável” e, digitalizar o código de barras para ver o que outros disseram sobre o produto antes de o comprar. Será capaz de ver quantas estrelas há na comunidade social, se é considerado bom ou ruim, e o que a “palavra na rua”, diz sobre se vale ou não vale a pena o dinheiro.
Esta é uma diferença significativa em relação ao que existe agora, quando lermos o rótulo e, se ela soa bem, você pode decidir experimentá-lo. Neste mundo do futuro, a comunidade social concluiu se o seu produto vale o dinheiro que está sendo pedido por ele, assim como você pode retirá-lo do mercado. Acho que este é um futuro que pode muito bem ser jogado fora. – Tom Kelly – em Ideaconnection

O futuro não destrói a nossa liberdade de escolha, mas no futuro esta pode muito bem ser condicionada, se não arrumarmos a bagunça. O pensar design tem uma palavra a dizer até no conceito de inovação.

E o seu futuro? Como o vê?

Anúncios

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: