Pensar design – Adaptabilidade

Pensar design e a adaptabilidade

A inovação, criatividade acrescida de valor, tem-se tornado, e bem num dos temas mais apetecidos ao apresentar-se como a verdadeira vantagem competitiva. Não é uma questão de moda é uma questão de pertinência.

A criatividade é de grande importância para projectar o pensamento, assim como o pensar design.

O pensamento design, é um modo de pensar que oferece uma maneira de abordar as questões, problemas e oportunidades, de uma forma singular e adequada à inovação.

Há outras características de criatividade também importantes, e que o pensamento design contempla e, e que tem um papel importante em inovação, sobre as quais vale a pena reflectir um pouco:

Centrado nas pessoas – O pensamento design deve continuamente considerar que, o que está a ser criado vai responder às necessidades dos consumidores.

Centrado no meio ambiente – O pensamento design coloca os interesses do ambiente ao nível dos interesses das pessoas, como principais constrangimentos no processo de design. 

Inventividade Condicionada. A criatividade, no pensamento design, é direccionada para a invenção, centrada nas pessoas e ambiente, ao contrário da descoberta na ciência.

A visualização como capacidade unificadora – No pensamento design o trabalho é feito com visualização de ideias através de uma variedade de meios à sua disposição.

Visão sistémica – O pensamento design trata os problemas como problemas do sistema com possibilidades de soluções sistémicas. Isso envolve combinações de tecnologia, procedimentos e políticas organizacionais, etc.

Optimismo. As variações de humor não são inexistentes, mas os pensadores design aprendem a nivelar de forma profissional esses pedaços de mal-estar.

Generalista e multi-funcional. O pensamento design é generalista em fase de elaboração e execução. Um designer é um especialista no processo de design, mas um generalista numa gama variada de conteúdo. O pensamento design olha para as contribuições de várias soluções para os problemas, mantendo o grande plano e suas possibilidades, presentes enquanto incide sobre aspectos específicos.

A combinação de todas estas características resulta:

Adaptabilidade – O pensar design, aborda os problemas com a visão de que, sempre que possível, as soluções devem ser adaptáveis, na produção para se adequarem às necessidades evolutivas dos consumidores, em toda a sua extensão.

No pensamento design existe a capacidade de usar a linguagem como uma ferramenta e de trabalhar de forma sistemática com informações qualitativas. Dada a sua afinidade com o trabalho em equipa, no pensamento design, facilmente o resultado do trabalho evita para evita a necessidade de escolha de soluções.

O processo de inovação pode ser melhorado significativamente com o pensamento de design, ou com uma equipa, como uma forma alternativa de pensar, ou numa equipa interdisciplinar em que um dos membros é um pensador design.

Mas a grande característica que merece destaque no pensar design é a sua adaptabilidade, que face à velocidade e nível de mudança constante se apresenta ele próprio como solução.

 

Reforce o conceito de adaptável com os seus comentários! Obrigado!

Anúncios

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: