Design- Analogia funcional e de propriedade

Transferência de analogias (Parte 2) 

A analogia funcional, é a mais utilizada pelos designers.

É possível identificar conceitos análogos, criando modelos funcionais abstractos de conceitos, e comparando as similaridades entre as suas funcionalidades.

Muitos designers fazem os seus mapas e criam os seus projectos com vários tipos de analogias.

Quando discutimos a relação, entre fonte e transferência, os tipos de ideias analógicas, devem ser tidas em conta.

As funções contêm metáforas espaciais e relações profundas entre fontes e alvos. Não é como a analogia da forma que só é atribuída para mapear, embora muitas analogias funcionais implicam relações de mapeamento.

 A analogia da propriedade também tem um papel no pensamento analógico porque é a segunda a ser mais usada.

 “O raciocínio analógico é uma combinação do raciocínio indutivo e dedutivo com base no princípio de que “as propriedades analógicas consideradas como semelhantes, envolvem consequências semelhantes”. É evidente que o raciocínio analógico, quanto ao seu valor depende do valor da propriedade analógica em que assenta.”

“ A inteligência está para a mente assim como os olhos estão para o corpo.”

As propriedades espaciais como a cor, movimento, luz, são as características óbvias que os sujeitos podem obter da fonte material.

Aquando da utilização dos meios de comunicação, se estes forem convencionais, as ideias analógicas, aparecem concentradas, se forem usados sistemas computorizados, as ideias analógicas são eventualmente distribuídas.

Cada meio possui as suas próprias características, o que causa o processo de pensamento analítico e faz os resultados de design serem diferentes. 

O pensamento analógico é interacção entre pessoas, alvos e meios utilizados por essas pessoas.

Os pensadores design jogam o papel chave no processo de pensamento analógico porque eles podem escolher e transferir qualquer ideia.

A profundidade da analogia também depende da imaginação e criatividade do pensador design. A escolha dos meios de design pode afectar o processo de desenho e revela a variabilidade do pensamento analógico.

 

“Design por analogia é um a poderosa parte do processo de desenho, entre uma larga variedade de modalidades usadas pelos designers, tais como descrição linguística, Sketches, e diagramas. Precisamos de ferramentas para dar apoio às capacidades das pessoas para encontrar e usar analogias”Cambridge Journals

Fontes : Yuan-YU Liao – Graduate Institute of Architecture, National Chiao Tung University

–       Cambridge Journals

–       How to use analogies to create breakthrough innovation? Prof.Dr. Cornelius Herstatt

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: